segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Singular

Eu diria que hoje é mais um dos meus dias estranhos.
Estranhos, mas normais tê-los várias vezes ao ano, e é hoje, o dia em que tudo e nada fazem sentido.

Onde uma rua larga com carros estressados, pessoas indo e voltando e eu no meio disso tudo enxergando certa beleza explicaria meus pensamentos desorganizados.
Hoje acordei bonita em meio ao caos da minha vida, em meio aos tantos problemas cotidianos acordei focando o meu amor.
E entre essa vida que adora me mudar de lugar e fazer da saudade o centro-universo do meu tempo eu acordei com um sorriso sarcástico gostando um pouco do sofrer.

e é melancólicas assim essas palavras que tornam o meu texto tão escrito por mim, hoje.

Nenhum comentário: