segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Purezas, Impulsos e Dedicações de amor

Sinto o sabor na boca, as suas formas na palma da mão,
Sei a qualidade do olhar,
A teia pra te enredar,
componentes, compostos e proporções pra te enamorar
A maneira de ser sua,
Tenho disposição pra te cativar, meu amor.

Prefiro que ninguém conheça nossas lembranças,
Nem eu mesma sou capaz de recriar tais instantes tão belos de sois, luas e chuvas,
Mas eu serei estações sequenciais de felicidade na sua biografia.

E não há em universo algum um mundo tão seu quanto a minha essência.
E não encontrará uma preciosidade tão sublime quanto meu amor por você.




Nenhum comentário: