terça-feira, 24 de agosto de 2010

Podre, pobre sentir.

E é tão fora de moda,
AMAR é brega!
E ninguém quer ser cafona.

Olhadelas bobas de quem gosta,
Abraços pra proteger,
Beijos apaixonados, carregados de carinho,
munidos de afeto,
Sexo por desejo, união, concretização de amor..
Já foi confirmada a extinção?

Tudo é uma satisfação carnal,
um comodismo qualquer,
a procura egoísta de apenas dar um sossego na carência,

E porque atender o telefone?
Procurar?
Responder?

Amores banais,
Amores carnais,
Carinhos e gestos inúteis,
Um não relacionamento,
Um momento ao vento,
com alguém que é pra você o menos que ele pode ser,

Amor de verdade eu já senti,
E apesar de andar um tanto incrédula, é o que espero,
O que eu quero é bem mais do que alicerces e estruturas de flores mortas.

Nenhum comentário: