quinta-feira, 15 de julho de 2010

Me perdendo ou se ganhando..

E continua,
afinal, mesmo que você deseje parar, nada vai parar,
Eu tentei te entender,
e como sempre disse o que senti,
E na verdade desisto de contar minhas histórias e de dar explicações sobre o que fiz,
não faz a menor diferença,
E em outras palavras o que eu tento te dizer é que eu sei o seu valor,
ou talvez invento seu valor pra que você também reinvente o meu.
Mas você não ve, você não quer olhar..

E o que isso realmente me causa?
Um sorriso no canto da boca,
um suspiro seguido de um riso,
Mais um,
outro,
Alguém que pra variar passou e saiu e que talvez um dia eu comente a vaga e vã presença que fez na minha história.
E de novo eu rio,
porque a culpa não me pertence.


Nenhum comentário: