terça-feira, 22 de junho de 2010

Personagens

Tristes, carentes, perdidas e desesperadas,
São só crianças querendo amar..


Não falo como uma velha, mas sim porque vivo nesse mar de beijos jogados ao vento e frases e palavras que são jogadas antes mesmo que você possa pegar..
Não, eu não quero ser assim,
eu não sei ser assim..


E agora onde os sentimentos são feitos pra acabar
e os relacionamentos tem prazo de validade,
eu ainda sou aquela que deseja o pra sempre.


Até quando eu vou acreditar nessa bobeira que todo mundo finge não acreditar??
Não eu não sei,
mas acho que tudo que há de errado e que você faz de errado
é falta de amor,
em todas as suas formas e gestos.



3 comentários:

Julia Mendes disse...

Nossa Carla! Por isso que eu te amo! Você pensa muito igual a mim! As vezes eu também penso onde estão as pessoas que amam de verdade. Todos esqueceram o significado e a importância desse sentimento... mas você pode ter certeza que nos vamos encontrar quem nos ame de verdade e que seja pra sempre!

Jessica Leme disse...

de tempo ao tempo menina, as coisas se ajeitam ehehheeh ou não...
o melhor é saber medir o amor, mesmo que pareça impossivel, amar demais deixa sofrido o coração de quem ama, esse amor que a gente pinta nem existe mais, ou talvez nem nunca tenha existido, essa é q é a verdade.

Julia Mendes disse...

http://papeandoavida.blogspot.com/
Entra lá Carlinha! É um blog meu e de umas primas minhas!