sábado, 24 de abril de 2010

Quando não há..

Não há o que reclamar,
Não!
Você é feliz, tem mais do que precisa, o que falta é supérfluo..
Grandes amizades,
Tá, a familia não é aquelas coisas, mas você tem alguns alicerces,
e são suficientes.
Você achou parte da sua essencia, sabe o que quer pra você,
Sabe o que te gratifica, o que te realiza..
E ai, porque esse rosto chato no espelho?
Porque não há alguém pro filme no final de semana que você não ta afim de sair,
alguém que te ache bonita mesmo de pijama,
Que compre algo gostoso pra comer quando você está enjoada da sua comida,
Pra ouvir suas histórias,
pra ficar em silêncio,
Alguém pra somar com você,
pra construir, progredir, acrescentar.

falta um amor daqueles que eu sei que não existem,
mas que eu quero.
Mesmo que seja só tentar,
eu quero tentar.
Só não há um rosto, ou um nome, ou um endereço..
Mas eu gosto de pensar que vou descobrir isso.


2 comentários:

Jessica Leme disse...

ah prima, quando os contos de fadas caem por terra voce deve fechar os olhos,tapar os ouvidos e se render ao sistema senao voce fica de bruxa.
é tragico mas é a verdade...

Bruna Fernanda disse...

O pior é que sonhamos, e acreditamos que é realidade !