domingo, 7 de março de 2010

Uma taça quebrada, e uma solidão.

A saudade abriu a porta sem bater e me deu um abraço bem apertado,
E eu fiquei assim com a cabeça cheia de você!
Ouvi sua voz, vi o seu sorriso, senti seu gosto e aquela vontade de te ver me tomou conta...
E esse frio é propício pra eu querer mais e mais você.

E é tão simples te amar,
está aqui,

Eu ando com ele na rua, na estrada, nas festas, em cada bebida, cada vez que deito a cabeça no travesseiro, em cada sorriso que sai da minha boca, cada som da minha voz..

É você, só você.
é amor,
amor que você finge que não vê.



Nenhum comentário: