segunda-feira, 8 de março de 2010

Sou folha seca no chão - que você pisa.

amor,
estamos feito uma caixa de música,

sem música.

Um baú fechado

que perderam a chave.

Um cata-vento

em dia de brisas suaves.

Estamos sem nada pra se proteger da chuva.
Sem cobertores no inverno,
Sem sono na madrugada,
Sem sede, sem fome,
Estamos com nada, meu bem.

Te doei sorrisos e lágrimas que você não quis receber.

E o que ficou foi a saudade me apertando,
sussurrando seu nome no meu ouvido.

Nenhum comentário: