domingo, 29 de março de 2009

Não!

Se relacionar é muito difícil. Você tem que aceitar manias e ideais diferentes dos seus.
Família não se escolhe, isso todo mundo sabe. Mas não acho tão difícil assim aceitar qualquer coisa que seja do seu sangue! Eu amo a minha família, todinha. Mas os de sangue mesmo, agregados eu deixo pra lá.
Só que amar não é tarefa fácil.
Amar outra pessoa, aquela que você viu um dia em uma festa, escola ou qualquer outro lugar e mexeu com você.
Com o tempo você descobre os defeitos e chatices, todo mundo tem os seus.
E como você reage a isso?
Eu sou o tipo de pessoa que reage muito mal. Engoli tanta coisa absurda que agora to entalada, qualquer coisinha me deixa irritada.
Não vejo o porque de aceitar manias de alguém que também não engole as minhas.
Sou sim uma pessoa geniosa e assumo. Gosto do meu jeito, tem que ser quando e como eu quero.
Não adianta querer me provocar, dar o troco na mesma moeda. Comigo não funciona assim.
Esperar para que eu coloque a mão na consciência e reconheça o meu erro é a melhor solução.
Broncas nunca funcionaram comigo, lições de moral não resolvem nada e lágrimas não me comovem. Sou fria sim, quando percebo que a pessoa é fraca.
E até hoje só conheci uma pessoa que arrancou minha pele de durona.

Um comentário:

Jessica Leme S. disse...

ui q medo! ahhahah tenha suas crises existencias eu tenho as minhas. Mas sei lá, se nao for por amor vai ser por dor que a sua pele" de durona um dia vai ser arrancada, lembre-se do que Jesus dizia, qdo te baterem na face oferece a outra, ou seja se ele te irrita seja meiga até melar, ele vai decidir oq é pior aahhahaha