quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Colocando Ordem!

Por muito tempo me deixei agir pela emoção, pela intuição. Como uma criança que vê uma propaganda de brinquedo e tem vontade de tê-lo sem nenhuma razão. Fiquei 4 anos da minha vida assim.

Correndo atrás pelo simples querer. Querer amor, oferecer amor, sonhar com inúmeras coisas. Sonhos, planos, projetos, e me esforcei sim para que dessem certo. Mas a dor de ver que nada deu resultado é enorme. Dê que todas as palavras, promessas e tudo o mais foram apenas jogadas no lixo. Ás vezes me pego sendo pessimista e chorona como estou fazendo agora. E a angustia que sinto de saber que acabou de verdade me deixa com medo. Medo.

Mas não quero ser assim. Quero voltar a ser forte.
Não quero fugir, nem fazer de conta que tudo não aconteceu. Quero superar. Quero sentir que fiz a escolha certa. Talvez demore a passar, ou nunca passe. Só que estou agora com alguém que escuta o que eu digo, e da boca dele sei que não vai sair nada que me ofenda, e sim, eu me sinto bem, me sinto segura, me sinto amada.
O prazer de se sentir amada só não é melhor do que amar.
Mas vou amar de novo. Eu quero sentir tudo aquilo só que agora por alguém que queira sentir o mesmo por mim.

E não tenho pressa, estou disposta a me ajudar, a me curar.
E sei que vou ficar bem, completamente bem!

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Novo Ano!

Ano novo!
Já estamos em fevereiro e minha vida mudou bastante.
Agora estou em paz, me sinto bem, me sinto leve.
Nada como o bem-estar.
Mas sempre tem alguma coisa incomodando a gente. E comigo é sempre a mesma coisa.
O tal do amor que não me deixa quieta.

Deixei uma Grande História para trás. Uma história que com certeza nunca vou esquecer. Está gravada em mim. Mas sem mágoas, ressentimentos, remorsos ou qualquer outro sentimento ruim. Sorrir é tudo que consigo fazer quando lembro dele.

Um amor inacabado, não vivido. Eu sai fugida desse. Mas também não me arrependo. Todo o carinho, os olhares e as duvidas fizeram bem pra mim. Foi o inicio para mudar toda minha forma de pensar.

O novo. Novo amor. Novo sentimento. Novas emoções.
Sempre acreditei que amor é um só. Que jamais amaria outra pessoa como ele. E tenho certeza que não vou amar mais ninguém como aquele sentimento que vivi durante muito tempo.
Afinal aquele sentimento de menina, de sonhar e de amar a pessoa mais que tudo não existe mais em mim.
Agora é uma coisa mais pensada, planejada, um pouco de razão. Mas não deixa de ser um sentimento.
É bom se sentir segura, em paz.
Mas acho que ainda não posso dar a mesma segurança. Meus sentimentos de menina apaixonadíssima ainda me atormentam quando estou sozinha e não tenho o que pensar. Mas meu auto-controle até me surpreende agora.

Acabou. Aquela história acabou.
E agora estou diante de uma folha em branco e só depende de mim fazer com que essa seja mais bem escrita que a outra.