terça-feira, 23 de setembro de 2008

Senso do ridículo

Tive uma aula ótima hoje e aprendi uma coisa que tenho certeza que vou guardar pro resto da vida.Perca a vergonha na cara, mas não perca o senso do ridículo.Você perder a vergonha é triste, agora perder o senso do ridículo não tem comparação. E o que é perder o senso do ridículo??É quando alguém faz a coisa errada, uma enorme de uma 'cagada' mesmo e não se toca que está errado. Acha que está certo, que tinha que ser assim mesmo. A pessoa não é capaz de entender a gravidade da situação, leva na brincadeira como se tudo não passasse de um simples probleminha. Não enxerga o quão RIDÍCULA ela está sendo. Não vê o tamanho da burrice e se você quiser avisá-la, não adianta. Ela vai continuar achando que tudo foi só uma coisa pequinininha, que não foi nada, sendo que é enorme!O professor, grande professor que disse isso hoje se expressou bem melhor. Mas o que eu disse não deixa de ser verdade.Como alguém pode ser tão ignorante? tão ridículo?São palavras e atos infantis, nojentos, repugnantes que me deixam realmente assustada. Como alguém pode ser duas pessoas? Uma perto de você e quando longe é completamente outra?Não entendo, não entendo mesmo como as coisas chegaram a esse ponto com ele.Mas depois do que aconteceu e do que esse mestre disse hoje eu vou parar e pensar melhor.Porque acho que quem ta bancando a ridícula aceitando tudo isso, sou eu.

terça-feira, 16 de setembro de 2008

ôôô Vida!

Será mesmo que deixar o passado pra trás é o certo? Porque essa mania de todo mundo dizer que o que passou, passou? Os momentos ruins realmente temos que esquecer, mas os bons eu gosto tanto de lembrá-los... Chego a ser escravizada por eles.
Será que realmente nada volta como era? A minha vida vem se repetindo já faz um tempo. Parei hoje pra pensar em como tudo é tão igual. Os mesmos sentimentos, mesmos problemas, aceitando sempre as mesmas desculpas, sonhando sempre com coisas que são pura ilusão. Fatos, acontecimentos, pessoas se repetem.
Mudar.. sempre ouço isso. Mudar pra onde? Mudar pra quê? To cheia de perguntas, quero as respostas e sei exatamente qual responde tudo isso. Eu só queria que nada tivesse mudado, mas não adianta, sempre, sempre mudam. E eu nunca achei que nada estivesse bom até o momento passar. Quando passa eu sinto saudade. Mas tudo que eu sonhei esses ultimos tempos foi voltar e fazer valer a pena, porque eu sei oq eu perdi. Ele não sabe e talvez por isso não perceba o esforço que eu faço pra que nada disso mude.
Eu nunca aceitei isso, nunca deixei que acontecesse. Se existe mesmo esse tal de destino eu empurro o meu o tempo todo - ou ele que me empurra. Não entendo, não aceito, não compreendo nada disso. Não sei mais definir o que é amor, burrice, não ter opinião. Não sei o que me falta..
Se é toda minha história que me fez ser assim, se sou eu que me tranquei num quarto escuro. E quando penso, tento, me esforço pra deixar tudo isso pra trás, não quero.
Aprontei, sofri e lutei muito, quase estraguei minha vida... E essa luta foi válida?
Não, eu não sei.
E nem quero que ninguém tente me explicar. Cansei de pessoas tentarem me dizer o que é certo ou errado na minha vida, ninguém conhece totalmente minha história e nem sabe a dimenção de tudo que já aconteceu.
Eu sei.




sábado, 13 de setembro de 2008

Decisões..

Não existe melhor remédio do que rir, e hoje eu ri muito. Ando mais leve, ligando menos para os problemas.. Por um certo lado isso é bom, mas não vou poder continuar ignorando-os por muito tempo.
Sabe, as vezes a gente sofre tanto, chora, se descabela e não sabe o que fazer..Quando na verdade a resposta pra tudo ta dentro da gente, basta querer enxergar, entender.
Eu sei muito bem o que eu preciso fazer e ninguém precisa me dizer. Só preciso mesmo é parar de ignorar a solução do problema. To cheia de decisões pra tomar, e tenho que decidir muita coisa, se não decidir logo posso perder um ano da minha vida e não quero mais isso, já perdi tempo demais com coisas sem sentido.

E pra tudo isso só preciso é de coragem! Talvez pareça fácil sair de uma situação que te incomoda, mas não é tão simples assim.. Há todo um contexto, toda uma história e sempre vem aquela pergunta: Será mesmo que isso vai ser o melhor pra mim? Não quero mais me arrepender e voltar atrás.
Preciso de certezas.
E onde vou encontrá-las?
Só pensando muito...


lálálálá..

Outras Frequências

Engenheiros do Hawaii

Seria mais fácil fazer como todo mundo faz
o caminho mais curto, produto que rende mais
Seria mais fácil fazer como todo mundo faz

um tiro certeiro, modelo que vende mais

Mas nós dançamos no silêncio
choramos no carnaval
Não vemos graça nas gracinhas da tv

Morremos de rir no horário eleitoral

Seria mais fácil fazer como todo mundo faz
sem sair do sofá, deixar a ferrari pra trás

Seria mais fácil, como todo mundo faz

o milésimo gol sentado na mesa de um bar

Mas nós vibramos em outra freqüência
Sabemos que não é bem assim

Se fosse fácil achar o caminho das pedras

tantas pedras no caminho não seria ruim...