quinta-feira, 28 de agosto de 2008

O que é o amor?





O que é o amor?

Uma pergunta que atinge todo o mundo há séculos!
Quem sabe muitos ja descobriram a resposta e entenderam o que é, mas foram egoistas e não explicaram pra ninguém. hahaha
O que eu entendo do amor é aquela visão comum, que todo mundo imagina. É um sentimento enorme porém, alimentado por pequenos gestos de carinho, afeto, compreensão, perdão, olhar nos olhos, sentir-se feliz apenas de pensar no sorriso do outro, de gostar de conversar, gostar das mesmas coisas, ou aprender a gostar do que o outro tem de diferente.
É uma infinidade de sentimentos que fazem bem, que deixa tudo mais leve, mais fácil.
Que faz nós ganharmos o dia apenas de ouvir uma gargalhada dele; suspirar de sentir o cheiro do perfume no ar; saber que vamos encontrá-lo.
E é tão simples saber que está apaixonado, talvez no começo seja dificil dizer o que sente pela falta de afinidade, mas penso eu, depois de estar namorando existe coisa melhor do que expressar tudo que você sente?
Você pode ligar a hora que quiser, abraçar, dizer 1 milhão de te amo's por dia e se esse amor for verdadeiro você vai sentir tudo isso, toda essa vontade de ter ele só pra você, todo dia, toda hora, todo minuto. E não adianta dizer que não. Todo apaixonado é romantico! Quem ama tem medo de perder e se não quer perder, dá valor e cuida! Cuida muito bem.
A partir do momento que não cuida mais, que não se importa, não se interessa, não atende o telefone, não se manifesta, o que mais tem pra pensar sobre isso do que 'Acabou o amor' ?

Talvez não tenha criatividade pra escrever uma carta, uma grana pra fazer uma suspresa. Mas amar não é encher de presentes. É tudo isso que já citei, é a parte emocional, é o carinho, é sentir-se bem, sentir-se protegido.

Amar eu já amo, sou apaixonada! Mas ser amada, acho que isso acabou, virou apenas uma ilusão.
É um teatro que eu criei.

Um comentário:

jessiquita disse...

infelizmente é mesmo um teatro o q vc vive hoje em dia prima, acabou e vc tem q aceitar isso de cabeça erguida!